sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Oscars 2018 - Filmes nomeados #2

Hoje vou continuar a minha viagem pelos filmes nomeados para os Oscars de 2018. Hoje trago três nomeados, onde estão para mim os grandes vencedores deste ano. 

Darkest Hour 
During the early days of World War II, the fate of Western Europe hangs on the newly-appointed British Prime Minister Winston Churchill, who must decide whether to negotiate with Adolf Hitler, or fight on against incredible odds.

Não é o favorito ao melhor filme mas tem, sem dúvida, o actor favorito. Que grande papel de Gary Oldman. É uma interpretação brilhante num filme muito interessante para quem gosta da temática da Segunda Guerra Mundial. 

Lady Bird

Christine "Lady Bird" McPherson fights against but is exactly like her wildly loving, deeply opinionated and strong-willed mom, a nurse working tirelessly to keep her family afloat after Lady Bird's father loses his job. Set in Sacramento, California in 2002, amidst a rapidly shifting American economic landscape, Lady Bird is an affecting look at the relationships that shape us, the beliefs that define us, and the unmatched beauty of a place called home.

Lady Bird é, na minha opinião, um pouco como La La Land. Um bom filme levado num hype ainda maior. Toda a história assim como as interpretações são boas mas não faz dele uma obra-prima. É um filme que aborda de uma forma crua as relações e sobretudo as atitudes tão próprias dos adolescentes, a procura de uma identidade e dos seus sonhos.

Three Billboards Outside Ebbing, Missouri

After months have passed without a culprit in her daughter's murder case, Mildred Hayes makes a bold move, painting three signs leading into her town with a controversial message directed at William Willoughby, the town's revered chief of police. When his second-in-command Officer Dixon, an immature mother's boy with a penchant for violence, gets involved, the battle between Mildred and Ebbing's law enforcement is only exacerbated.

Não sendo o meu favorito, está no segundo lugar e vai levar o prémio. Se The Shape of Water, o meu favorito, é um conto de fadas, Three Billboards Outside Ebbing, Missouri é um murro no estômago de tão real. É um filme com uma dinâmica incrível e um papelão de Frances McDormand que vai levar o Óscar. É um grande filme, para quem ainda não viu precisa de ver. 

Para a semana falarei dos dois nomeados que faltam.
Já viram estes filmes? Opiniões? 

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

A moda ficou "feia"! Finalmente!

Com as semanas de moda a todo o vapor e as fotos do street style, as que realmente põem a moda na rua, espalhadas pelas redes sociais, podemos constatar que a moda está feia. Esquisita. Estranha. Fabulosa!

Primeiramente temos de estabelecer um princípio. A moda está feia, não a roupa. Essa continua a ser bem feita pelas diversas marcas. O que passou a ser feio é a forma como ela se apresenta, sem as peças esteticamente maravilhosas e sim com um estilo mais terra-a-terra. Mais mortal.

Quem tenta seguir tendências e está alerta do que se usa, já sentiu em alguma altura que o seu armário está out-fashion, cheio de peças que já não se usam. Com esta moda feia, uma variedade incrível de peças podem ser usadas sem passarem de moda e mais importante de tudo, vamos usar o conforto sem medo de estar out
Essa é, para mim, o maior atractivo desta nova tendência feia, o conforto das peças. Embora não sejam as mais bonitas, são definitivamente as mais confortáveis. Mom jeans, dad sneakers e bum bags, ou traduzindo, os anos 90 no seu melhor. 
Vemos o retorno de marcas perdidas no tempo, peças que só conhecíamos das fotos embaraçosas dos nossos pais e uma unanimidade nos tamanhos e silhuetas. É assim um movimento não só de democratização mas também de corte com a ostentação que as grandes marcas perpetuam. 


Claro que esta tendência, assim como todas as outras, vai passar. Afinal a moda é cíclica. No entanto, acho que temos de aproveitar este momento e, nem que seja uma vez na vida, além de estarmos na moda, estarmos confortáveis e felizes. E vai ser sempre bonito um dia apresentarmos aos nosso filhos fotos embaraçosas, não só dos avós mas também dos pais. 
Mas além da componente estética, repensarmos todo o conceito de moda. Talvez o feio não seja assim tão feio e a moda não seja apenas para corpos magros, cheia de regras e padronizações. 


A transformação no street style de algumas figuras emblemáticas das semanas de moda é clara. Todas as fotos são da NYFW do início do ano. 
Claro que são fotos escolhidas de propósito para demonstrar esta tendência, as mesmas pessoas vestiram looks bem mais bonitos no conceito tradicional. Mas mais uma vez demonstram a moda feia une as pessoas. E na minha sincera opinião, continua a ser bonita. 


quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Filme da semana, Black Panther

Eu gosto de filmes de super-heróis. Gosto especialmente dos filmes da Marvel e estava ansiosamente à espera de Black Panther.



Antes de falar propriamente do filme, temos de falar no impacto social que está a ter. 
Fala-se do primeiro filme com um herói negro. Não é. Nunca nos pudemos esquecer do meu amado Blade. Há vinte anos, Wesley Snipes protagonizou um dos filmes de culto onde ele no papel de anti-herói é o vampiro que mata vampiros. 
Por isso não pudemos falar do primeiro papel de herói negro, no entanto, estamos a falar de uma era completamente diferente e sim, é o primeiro filme desta nova vaga de super-heróis populares onde o protagonista é negro. 
E isso é muito importante. Crianças com dez anos não vão ver o Blade, mas com certeza vão ver este filme e reverem-se é muitíssimo importante. 
A tão falada representatividade é crucial. Eu, fazendo parte de um casal inter racial, que um dia terei filhos também eles com herança racial distinta, percebo a importância deste filme.
Outra aspecto que acho muito relevante, é o facto de as personagens falarem inglês com sotaque. Todos nós temos ou conhecemos amigos e familiares que tendo uma origem diferente do país em que estão, falam com algum sotaque.  E sabemos também que em alguns casos isso pode provocar preconceito.
Termos um filme onde os personagens principais negros falam com sotaque vai trazer uma normalidade muito necessária. 

Quanto ao filme em si, ainda estou numa dualidade muito grande. Se por um lado gostei muito da banda sonora espectacular, da identidade bem delineada, do orgulho e respeito pela cultura africana e da personagens da Danai Gurira e Michael B. Jordan, por outro fiquei tão desiludida com o casal principal. Achei as personagens fraquinhas e a falta de química entre os actores flagrante. 

Mas é um filme que vale a pena, mesmo para quem não gosta do género. 


terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Quero testar #5

Depois de meses sem novidades de beleza por aqui volto com alguns produtos que quero muito testar. 

Eu gosto de máscaras! Para a cara, para o cabelo, para o corpo. Até para a alma usaria caso houvesse. Como ainda não as descobri, perco-me a experimentar as que estão disponíveis e esta da Garnier é a próxima que quero experimentar. A marca assegura uma semana da hidratação e estou mesmo curiosa para ver os resultados. 


A maquilhagem é algo que gosto muito mas nos últimos meses não tenho investido nada. Estou completamente de fora das novidades e do que se está a usar mas esta linha da Catrice despertou-me a atenção pelas cores vibrantes. O produto que quero mesmo usar é a paleta de blush, que sendo ombré nos proporciona vários tons. 


No seguimento da minha paixão por máscaras, a Tony Moly tornou-se uma das minhas marcas de eleição. Não há um produto que tenha testado que não goste e não fique fã e quero muito testar este novo Tako Pore Bubble Pore. Os poros são o meu ponto fraco e quero rapidamente testar este produto. 

Conhecem algum dos produtos? Coisas boas a dizer?


segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Look da semana

Antes de mais nada, boa semana! Aqui ficam as minhas sugestões de looks para vos inspirar. 

Profissionais


Segunda-feira - Casaco Vero Moda, Vestido Stine Goya, Sapatos Dukas, Bolsa Moda Operandi, Brincos Laura Lombardi
Terça-feira - Casaco Miss Selfridge, Camisa Italist, Calças Brunello, Sapatos Asos, Bolsa Fendi
Quarta-feira - Casaco Mango, Saia Acne, Camisola Modli, Sapatos Repetto, Bolsa Strathberry
Quinta-feira - Camisola Mango, Calças DvF, Sapatos Gianvitto Rossi, Bolsa Ted Baker, Brincos Belk
Sexta-feira - Saia Zara, Camisola Nili Lotan, Sapatos Prada, Bolsa Fendi, Brincos eBay

Gosto imenso dos looks profissionais desta semana e usaria todos. Gosto muito das cores dos looks de Quarta e Quinta-feira e adoro o vestido de Segunda-feira.

Casuais


Segunda-feira - Vestido River Island, Ténis Nike, Bolsa Rebecca Minkoff, Boné eBay
Terça-feira - Jeans e camisa Topshop, Sapatos Rag&Bone, Bolsa Phillipe Lim, Cachecol Serena
Quarta-feira - Casaco Romwe, Jeans e camisa H&M, Sapatos New Look, Bolsa Saint Laurent
Quinta-feira - Casaco e Vestido Mango, Ténis Puma, Bolsa Calvin Klein
Sexta-feira - Blusão e saia River Island, Blusa H&M, Ténis Vans, Bolsa Stella McCartney 

Não consigo escolher qual o look que mais gosto, se Terça, Quarta ou Sexta-feira, mas são todos a minha cara e adoro de paixão as peças de cada um. Aquela bolsa Stella McCartney tem escrito Nádia! 

Espero que gostem. Bons looks. 

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Eu e Ele #8

O dia dos namorados já passou mas ainda vale contar um pouco sobre o nosso.

Desde o início do namoro, ambos concordamos que não haveria espaço ao politicamente correcto. Nós vamos jantar fora quando queremos, ele oferece-me flores quando acha que deve e eu compro-lhe pequenos mimos porque sim. Não temos de seguir aquilo que a sociedade diz que é para fazer. Posto isto, não há um grande caso de amor com o dia dos namorados. Felizmente, somos verdadeiramente apaixonados e fazemos momentos especiais a cada dia.

Se é verdade que temos sempre um mimo para oferecer ao outro neste dia, quase sempre algo divertido ou que sabemos que o outro precisa, não há nenhuma pressão para sermos extra apaixonados neste dia.

Este ano não foi diferente. Trocamos pequenos mimos e passamos o serão a ter o melhor encontro de sempre para o dia. Marisco, heineken e liga dos campeões. 
Para dois apaixonados da bola, os jogos da Champions são sagrados e não há nada melhor que ficar em frente aos ecrãs, sim mais que um para ver mais de um jogo, a beber uma cerveja e a gritar feitos loucos tal dois treinadores de bancada.

A única coisa má deste dia dos namorados foram os cinco golos que o Porto encaixou. Ainda estou a lamber as feridas.

Por aí, dão muita importância ao dia ou gostam de sair dos padrões?

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

TAG | Gosto e Não Gosto

A Sofia nomeou-me para esta TAG e como acho engraçado responder a TAG´s uma vez que são sempre tão originais, vamos lá. 

Regras: 
- Ser o mais aleatório possível;
- Ser o mais criativo possível;
- Não repetir temas;
- Mencionar o blogue que vos desafiou.

Gosto
 - Gosto de andar a pé
 - Gosto de chá
 - Gosto de comer ervilhas congeladas
 - Gosto de pessoas que não se levam a sério
 - Gosto de ler em qualquer lugar
 - Gosto de doce de leite 
 - Gosto de nadar
 - Gosto de perfumes
 - Gosto de fazer noitadas
 - Gosto de rir
 - Gosto de verdades, mesmo as duras
 - Gosto de cerveja 
 - Gosto da inteligência

Não Gosto
 - Não gosto do cheiro de cigarro
 - Não gosto de fruta misturada com chocolate 
 - Não gosto de mimimi
 - Não gosto de acordar cedo 
 - Não gosto de correr
 - Não gosto de grandes multidões
 - Não gosto de verdades absolutas
 - Não gosto de cumprimentar as pessoas com beijinhos 
 - Não gosto de presunção
 - Não gosto das pessoas que desdenham das outras 
 - Não gosto de frio
 - Não gosto de unhas de gel
 - Não gosto que gritem comigo 

Não vou nomear ninguém mas sintam-se convidadas a responder. Dá para nos conhecermos um pouco melhor.

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Série da Semana, Altered Carbon


Society has been transformed by new technology: consciousness can be digitized; human bodies are interchangeable; death is no longer permanent. Takeshi Kovacs is the lone surviving soldier in a group of elite interstellar warriors who were defeated in an uprising against the new world order. His mind was imprisoned -- on ice -- for centuries until Laurens Bancroft, an impossibly wealthy, long-lived man, offers Kovacs the chance to live again. In exchange, Kovacs has to solve a murder ... that of Bancroft himself.

Altered Carbon estreou dia dois de Fevereiro e não fiz mais nada no sábado seguinte. Vi todos os episódios de seguida e queria mais. Tive alguma dificuldade nos primeiros episódios porque é um mundo muito distante e uma narrativa diferente. 
Uma série de sci-fi complicada e complexa, com uma premissa muito interessante e que levanta questões éticas bastante pertinentes.
A série é baseada na obra de Richard K Morgan, que ainda não li mas já adquiri, e fala sobre a luta de Takeshi Kovacs, um soldado que luta contra o novo paradigma da sociedade. Uma sociedade onde a morte deixou de ser o destino de todos. 

É muito interessante, com um bom ritmo e personagens que cativam. E vamos fazer um minuto de silêncio para Joel Kinnaman como Kovacs. Abençoado homem. 

Não é uma série para todos mas recomendo muito. 

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Oscars 2018 - Filmes nomeados #1

Com data marcada e nomeados anunciados, os Oscars estão aí e eu já comecei a ver os filmes nomeados e a escolher favoritos.

Get Out


Now that Chris and his girlfriend, Rose, have reached the meet-the-parents milestone of dating, she invites him for a weekend getaway upstate with Missy and Dean. At first, Chris reads the family's overly accommodating behavior as nervous attempts to deal with their daughter's interracial relationship, but as the weekend progresses, a series of increasingly disturbing discoveries lead him to a truth that he could have never imagined.

Quando vi o filme não estava à espera de nada do que se tornou. Durante todo o filme senti um incómodo crescente, não só pela perplexidade perante a narrativa, como pela metáfora fabulosa que é este filme. Se é o meu favorito? Não, está longe disso. Mas consegue atingir uma discussão muito necessária, mesmo que a sua fluidez não seja sempre a mais clara. 

Dunkirk


Acclaimed auteur Christopher Nolan directs this World War II thriller about the evacuation of Allied troops from the French city of Dunkirk before Nazi forces can take hold. Tom Hardy, Kenneth Branagh and Mark Rylance co-star, with longtime Nolan collaborator Hans Zimmer providing the score.

Acusem-me de falta de intelectualidade, de falta de conhecimento cinematográfico, mas sendo eu uma apaixonada por documentários e filmes históricos, achei Dunkirk uma seca tremenda.
É interessante a exploração da história de várias perspectivas mas tirando isso, não lhe consigo achar interesse. 

The Post


Steven Spielberg directs Meryl Streep and Tom Hanks in The Post, a thrilling drama about the unlikely partnership between The Washington Post's Katharine Graham (Streep), the first female publisher of a major American newspaper, and editor Ben Bradlee (Hanks), as they race to catch up with The New York Times to expose a massive cover-up of government secrets that spanned three decades and four U.S. Presidents. The two must overcome their differences as they risk their careers - and their very freedom - to help bring long-buried truths to light. 

Um filmão. Não é por acaso que temos Streep, Hanks e Spielberg a trabalhar juntos num filme produzido em sete meses e com uma história tão real e actual que chega a arrepiar.
Além de falar de factos reais, mostra uma realidade que nos é longínqua mas ao mesmo tempo muito actual. Meryl Streep está mais uma vez maravilhosa.

The Shape of Water


From master story teller, Guillermo del Toro, comes THE SHAPE OF WATER - an other-worldly fairy tale, set against the backdrop of Cold War era America circa 1962. In the hidden high-security government laboratory where she works, lonely Elisa (Sally Hawkins) is trapped in a life of isolation. Elisa's life is changed forever when she and co-worker Zelda (Octavia Spencer) discover a secret classified experiment. 

Nas horas após ver este filme, juro que o meu coração inchava ao pensar nele. Amor, é a única palavra que o pode definir.
A história é linda, os personagens incríveis, a banda sonora maravilhosa. Ainda me emociono a pensar nele e é sem dúvida o meu favorito deste ano.


Já viram algum destes filmes? Opiniões?

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Favoritos de Janeiro

1 - A minha paixão pela leitura não é nova. Assim como o facto que leio tudo. Há estilos de que gosto mais, mas no geral leio livros de todos os géneros. 
Quanto a vida está mais triste e acumulamos stress, gosto especialmente daqueles livros muito "água com açúcar". Leituras leves, fofinhas e divertidas. E este Sex, not Love é um bom exemplo disso. É um bom livro para quem quer algo leve e fofo, sem uma profundidade enorme, mas com um enredo interessante. Ainda não há tradução mas podem comprá-lo em inglês Para quem gosta do género vale muito a pena. 

2 - Ando ligeiramente viciada em máscaras faciais. Gosto imenso de experimentar novas e esta da Lancôme é muito boa. Com uma textura muito interessante, oferece uma luminosidade e uma hidratação maravilhosa. Podem encontra-la no site da primor com um desconto muito interessante.  

3 - Amo de paixão produtos de banho. Há poucas coisas que me deixem mais leves que um bom banho, perfumado e hidratado. Esta mousse da Nivea é isso mesmo, um banho perfumado e hidratado. Sou sincera, não é o produto que mais realiza a sua função, limpar, mas o cheirinho doce é absolutamente maravilhoso. Para quem gosta deste tipo de produto, experimentem. 

4 - O stress faz-me comer como uma louca. E, naturalmente, faz-me comer mal. Coisas que normalmente não como. E uma necessidade de petiscar constantemente. Assim, tive de arranjar novas opções para fazer face a esta situação, ao mesmo tempo que tento controla-la. Sou fã de leguminosas, desde que nasci, acho eu. Um dos alimentos que mais consumo são ervilhas. E agora vicie em edamame, que mais não é que feijões de soja salgadinhos. Maravilhosos.

5 - Começou aquela altura do ano em que a lista dos Oscars está sempre presente na altura de escolher o filme para ver. The Shape of Water, nomeado em treze categorias, é a perfeição. 
Mas amanhã, na primeira parte do post sobre os filmes nomeados, digo mais.