quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Catarse

Eu não quero fazer deste blogue um diário de luto, mas não posso passar ao lado de todo esta mistura de sentimentos que trago. 
Cada dia descubro um novo sentimento, uma nova dor. 
Há dias horríveis. Há momentos que perco o norte e tenho de recorrer a forças que não sei que tenho para seguir em frente. 

Mas há uma nova clareza a surgir. 
Quando, tão abruptamente, perdemos um dos nossos pilares e a vida se transforma, o nosso olhar sobre ela também muda, irremediavelmente.  
Aquele grande cliché Um dia de cada vez nunca foi tão significativo. Dei por mim a tirar mais partido das coisas, mesmo quando a felicidade não é o maior sentimento presente. 
A dar mais valor ao que tenho, às coisas à minha volta, as pessoas que me rodeiam. A realização que amanhã não sei se vai surgir e que hoje, aqui, agora, é o importante. 

Por outro lado, tem sido difícil voltar à minha vida normal. Voltar a fazer coisas que tenho que fazer devido às responsabilidades que a vida nos incute, estabelecer certas interacções que não são do meu agrado mas que são necessárias. Encarar certos aspectos para os quais não tenho paciência ou disponibilidade. 

É uma mistura gigante de emoções que tenho de aprender a lidar. 


quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Viver numa cidade pequena

Depois da morte da minha mãe fiquei três meses seguidos na minha cidade natal. Pelas piores razões possíveis, foi uma volta às origens e há coisas que são tão características que temos de falar delas. 

Viver na minha pequena cidade é: Um terço da população ser da tua família; Sair de manhã para comprares pão fresco e encontrar 25 pessoas conhecidas e transformar um percurso de cinco minutos em meia hora; Acordares com o som dos barcos e o sentimento de casa não poder ser maior; Ires à praia todos os dias só porque sim; Voltares a andar de bicicleta diariamente; Não existirem produtos sem lactose nos supermercados; Encontrares os produtos mais frescos e deliciosos nas pequenas lojas; Reveres os teus colegas de escola e estes serem acompanhados pelos seus pequenos filhos; Não trancares a porta de casa; Veres as tuas professoras da escola primária e ainda te tratarei como uma pequena criatura; Encontrares caixas antigas no sótão dos teus pais e viajares pela memória; Conheceres as centenas de ruas como a palma das tuas mãos; Os teus familiares visitarem todos os dias; Experimentares andar de bicicleta sem mãos e surpresa, ainda conseguires; Ir ao mercado ao fim-de-semana e conheceres quem tem a banca com os melhores produtos; Comprar peixe fresco todos os dias; Reveres amigos de infância e descobrires que a cumplicidade ainda lá está; Cada rua e canto trazerem memórias. Os transportes serem tão maus que vais a todos os lugares a pé ou de bicicleta; Dizeres cinquenta vezes "bom dia" quando saís de casa porque simplesmente todos se conhecem de alguma forma; A troca de produtos vegetais entre vizinhos; Ouvires dez vezes por dia que és a cara da tua mãe; Todas as lojas fecharem à hora do almoço; Veres todas as crianças a sair da escola com as suas bicicletas; Ouvires histórias dos teus familiares a qualquer momento do dia; Ficares maravilhada com a beleza da ria mesmo que a vejas todos os dias; Os carros passarem com música muito alta e saberes, sem dúvida, que estás na tua terra; Conheceres todas as "personagens" do sítio; Respirares ar puro. 

Com todos os prós e contras, por muito amor que tenha por este local, sou na minha essência uma menina da cidade grande. 

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Favoritos de Setembro

1 - Quando chega Setembro as novas séries surgem como cogumelos. Tento sempre fazer uma selecção do que quero ver e costumo ler muitas críticas para fazer um rastreio de qualidade. O E é também um bom instigador de novas séries, quer ver tudo. E esta foi "culpa" dele. Eu queria ler uma série que estava a devorar e ele queria ver Ozark. Lá lhe disse para por a dar e eu ia espreitando mas qual não é o meu espanto quando pus o Kobo de lado e colei na televisão. Recomendo muito. 

2 - Que regresso tão bom. Will and Grace tem um lugar especial no meu coração. Sou completamente fã de todo o contexto da série. Foi um marco importante na luta dos direitos homossexuais nos EUA, com personagens maravilhosas e sem preconceitos. E a volta não podia ser mais actual. Numa era Trump, é preciso voltar a romper preconceitos e que melhor forma de o fazer senão com humor?

3 - Não sou a maior fã de sobrancelhas muito marcadas, mesmo quando foram a maior tendência de beleza. Mas gosto de umas sobrancelhas bem desenhadas. Estas bandas da Eylure são excelentes para não errar no desenho.

4 - Um dos presentes de aniversário que o E me ofereceu. Além de ser muito pratico e com uma vasta de gama de pulseiras giras para trocar, a Mi Band 2 da Xiaomi é muito útil para controlar o movimento na minha vida e posso afirmar que desde que a uso, aumentei o meu número de passos exponencialmente. 

5 - São a tendência do momento e eu não podia estar mais aplicada em a usar. Desde sempre adorei brincos e este ano encontramos os modelos mais giros nas lojas. Este modelo da Zara são maravilhosos. E como não nasci para ser modesta, vamos de brilho. 

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Eu e Ele #6

Um dos pilares da minha relação com o E é a amizade. Nós somos realmente amigos e juntos a diversão é garantida. 
Temos muito em comum, além de sermos muito diferentes. E uma das coisas que partilhamos é o gosto sórdido por filmes maus. Muito maus. 

Ambos adoramos cinema, somos consumidores convictos de vários estilos e torcedores fervorosos de bom cinema. Mas há um lado nosso, mais obscuro e masoquista, que adora um bom péssimo filme. 

E não estou a falar daqueles filmes, na sua maioria comédias românticas, que passam ao sábado e domingo à tarde na televisão. Não, o que nos gostamos mesmo são aqueles filmes que passam na Syfy, onde uma equipa arranjou orçamento sabe-se lá onde e compôs uma obra-prima do cinema decadente.

É ver-nos de sorriso nos lábios, olhos brilhantes e expressão perplexa. Um tipo de emoção diferente.

Este amor começou numa madrugada, depois de vermos dois filmes muito sérios, que realmente não me recordo quais, precisávamos de algo para descomprimir. A escolha recaiu no filme Iron Sky e a nossa vida nunca mais foi a mesma. 
O filme é tão mau, tão mau que se torna fabuloso e passou a ser o topo da nossa escala. Sempre que vemos um filme mau, mesmo mau a pergunta que se segue é sempre a mesma, "De 0 a Iron Sky, quanto dás?". Escusado será dizer que nenhum chegou ao topo.

Por aí mais alguém com um fraquinho por mau cinema?
Qual o vosso guilty pleasure com os vossos namorados/namoridos/maridos? 

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Looks da Semana

Primeira semana de Outono com calorzinho, não podemos pedir mais nada. Vamos aos looks. 

Casuais 
Segunda-feira - Vestido Mango, Bota Isla, Bolsa Vince Camuto, Relógio Skagen, Óculos Ray-Ban
Terça-feira - Jeans Topshop, Camisola H&M, Ténis Vans, Mochila Kanken 
Quarta-feira - Calças Stardivarius, Camisa H&M, Mules Cole Haan, Bolsa Gap, Brincos Mango
Quinta-feira - Calças River Island, Camisa Zaful, Mules Sam Adelman, Bolsa Tory Burch, Brincos J.Crew
Sexta-feira - Vestido Stradivarius, Ténis Vans, Bolsa Longchamp, Óculos Hugo Boss

Conjuntos muito diferentes entre si mas todos muitos actuais e confortáveis. Os meus favoritos são os looks de Quarta e Quinta-feira, onde ainda utilizo mules uma vez que, além de ser Outono, ainda estão temperaturas muito boas para usar calçado de Primavera\Verão. 

Profissionais 

Segunda-feira - Blazer Stradivarius, Calças Navibi, Blusa Elizabeth&James, Sapatos Victoria Beckham, Bolsa Fendi, Brincos Dannijo
Terça-feira - Blazer Mckenzie, Vestido Ted Baker, Sapatos Atmyfair, Bolsa Mansur Gavriel
Quarta-feira - Saia Theory, Blusa River Island, Sapatos Guess, Bolsa Furla, Brincos Thomas Sabo
Quinta-feira - Calças Topshop, Camisa Mango, Sapatos Gianvitto Rossi, Bolsa Fendi, Brincos Baublebar
Sexta-feira - Casaco Chicwish, Saia Reiss, T-shirt Topshop, Sapatos Jaggar, Bolsa Prada, Brincos Modo Operandi

Estou apaixonada pelo look de Sexta-feira, não é o que habitualmente seria o meu favorito, mas o rosinha cada vez aquece mais o meu coração.

Qual o vosso favorito?
Boa semana e bons looks. 

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Outono/Inverno - O que se vai usar

O Outono chegou e com ele novas tendências para animar os nossos armários. Há muitas tendências que passam de uma temporada para a outra, dando-nos a oportunidade de adaptar muitas peças que já temos.
Vamos às novas tendências.

Vermelho
É a cor desta temporada. Em peças chave ou looks totais, o vermelho é a cor predominante desta estação e há peças para todos os gostos.


Grey Suit 
Provavelmente a maior tendência da estação. As fotos de street style estão dominadas por esta tendência. Pessoalmente gosto muito e também já adquiri as minhas peças.



Sweater e Malhas 
Um das minhas tendências favoritas. Não há nada melhor do que vestir uma sweater naqueles dias que não nos apetece mais nada e este ano temos as sweater mais giras nas lojas. 


Labels & Words
Quem está atento à street style sabe que as grandes labels impressas na roupa são uma grande tendência. Pessoalmente, não gosto muito. Se por um lado sou muito fã das frases de impacto, as marcas estampadas não são a minha praia. 

Plumas, penas e pêlo 
Adoro texturas. Adoro que as peças tenham uma particularidade divertida e fora da caixa. Esta temporada há peças tão divertidas e engraçadas. Adoro.

Brincos em destaque 
A minha tendência favorita. Como já devem ter percebido pelos looks que componho, brincos são sempre a minha primeira opção para acessórios. Transformam qualquer look simples em algo mais composto e actual. 
As lojas estão cheias de opções maravilhosas. 




Qual a vossa tendência favorita?

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

O luto e o amarelo

Quando perdemos alguém muito próximo, além do luto inerente a essa perda à uma nova aprendizagem da vida, pois ela deixa de ser igual ao que sempre foi. Somos confrontados com novas realidades, desafios e somos abordados pelas mais variadas pessoas na procura de nos auxiliar nestes momentos tão crus e duros.

A morte é seguida pelo luto, que é um estado mental. Ponto. Mas habitualmente é transformado em regras e normas sociais que nos impõem ou nos auto impomos.

A cor favorita da minha mãe era o amarelo. Fazia-a feliz. E no momento de escolher a sua última roupa não duvidei um segundo. Nas celebrações fúnebres, os familiares mais imediatos foram vestidos de amarelo. 
E aqui começou o maldizer. 

Morbidez ou não, sempre foi uma conversa que tive com a minha mãe de como queríamos que fosse o nosso funeral. Era uma conversa que o meu pai e avó detestavam, mas que provou-se bastante útil na hora de decidir algo. Uma das coisas que a minha mãe sempre me disse e me influenciou uma vez que partilho da mesma opinião, é que a cor da minha roupa ou maquilhagem não reflectem de todo o sentimento que nutro por alguém. Ambas gostávamos de vestir preto, mas jamais por luto a alguém. O luto faz-se nas acções e não na roupa. Pelo menos foi assim que ela viveu a pensar e eu continuo a acreditar.
Por isso, o amarelo era a escolha lógica e absoluta. Aquele dia, um dos dias que ainda está tão baralhado na minha mente tal é a dureza das recordações, era para me "despedir" da minha mãe. E nada melhor do que usar a sua cor favorita.

Naqueles dias ninguém ousou dizer nada directamente, mas passados dias começaram os sussurros do uso do amarelo e como ninguém em casa usava o preto completo. Ninguém lhe fazia o luto.
Não me incomoda mas impressiona-me. 

Nunca tinha perdido ninguém que amasse verdadeiramente antes e a primeira pessoa que perdi foi uma das pessoas que mais amava. Arrancaram-me um pedaço da alma e as pessoas estavam preocupadas porque eu vestia jeans e t-shirt branca? Sério?
Acharam mal por usarmos amarelo e não nos vestimos todos de preto?

A hipocrisia sempre foi dos males que mais me perturbou mas quando se alinha com maldade fica algo indescritível. 
Aprendei nestes dias, mais uma vez, que nada que possamos fazer vai ser percebido e aceite por todos e assim, mais vale viver de acordo com o que acreditamos a viver uma vida miserável a seguirmos as regras dos outros. 

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Filme da semana, It


Durante a minha adolescência vi todos os filmes de terror que consegui. Era uma verdadeira fã deste tipo de cinema. Depois cresci e apanhei medo. Talvez porque me apercebi que muitas das coisas que apareciam como terror podiam ser reais e ainda mais assustadoras na vida real. Não me refiro claro a monstros e afins. 

Assim, hoje em dia é muito raro ver um filme de terror. No entanto, quando soube do remake do It, imediatamente soube que tinha de o ver. Não só porque gostei imenso do de 90, mas porque conheço tanta gente que ficou traumatizada com o primeiro filme que a expectativa para este era grande.
E não desilude. 
Os personagens são muito bons. Bill Skarsgård está incrível como o palhaço PennyWise e todas as personagens infantis estão fantásticas. Destaque para Finn Wolfhard, o Mike Wheeler de Stranger Things, que tem um papel tão engraçado. 

É um ótimo remake e um bom começo para voltar a ver este género que tanto amava. 

Looks da Semana

A semana já vai a meio mas nunca é tarde para os looks da semana.

Profissionais

Segunda-feira - Saia Wayf Brody, Blusa Zaful, Mules Prada, Bolsa Kate Spade, Brincos Grace
Terça-feira - Calças Jil Sanders, Blusa Max&Co, Sapatos Francesco Russo, Bolsa Louis Vuitton, Brincos Miu Miu
Quarta-feira - Vestido Tory Burch, Bolsa Guess, Sapatos Salvatore Ferragamo, Brincos J. Crew
Quinta-feira - Saia River Island, Blusa Saloni, Sapatos Maryam Nassir, Bolsa Tory Burch, Brincos H&M
Sexta-feira - Calças Alexander Wang, Blusa Gucci, Sapatos Kendall&Kylie, Bolsa Furla, Brincos Mango 

Esta semana acaba o Verão. Além de não significar o fim do calor, a verdade é que a vontade de novas cores e texturas é grande e estamos todas prontas para abraçar o Outono. 
Pessoalmente, gosto imenso do primeiro e último looks. 

Casuais

Segunda-feira - Vestido Rixo London, Sapatos Stradivarius, Bolsa Saint Laurent, Brincos Paco Rabanne
Terça-feira - Tshirt H&M, Saia Boohoo, Casaco Zaful, Sapatos Victoria Beckham, Bolsa Fendi
Quarta-feira - Jeans Mango, Blusa La Redoute, Sapatos H&M, Bolsa SheIn
Quinta-feira - Camisa Genuine People, Calças Adidas, Mules Marni, Bolsa Gucci, Brincos Wolf&Badger
Sexta-feira - Vestido New Look, Botas All Sole, Bolsa Clare V, Óculos Dior 

Segunda, Quarta e Sexta-feira não podiam ser mais a minha cara. Gosto imenso do estilo de cada um destes looks, mais dos que os dois restantes.

Espero que gostem.
Boa semana 

sábado, 2 de setembro de 2017

Favoritos de Agosto

1 - O nosso corpo reage a qualquer choque externo e nesta fase foi o que aconteceu. A minha cara ficou tal qual a de uma adolescente. Além de um cuidado maior no tratamento que normalmente faço, apostei numa esfoliação mais profunda e foi aqui apostei neste ácido da The Ordinary. Adorei e comprei outros produtos da marca para testar. 

2 - Desde que comecei a usar óculos de novo, o uso de uma corrente tornou-se essencial. Como é algo ainda novo na minha rotina, perde-los é bastante comum e com o uso de uma corrente estas questões são evitadas. Este modelo comprei no Aliexpress e é uma das minhas favoritas. 

3 - A minha paixão pelos sliders não é de agora. São dos chinelos mais estilosos e confortáveis que existem e este modelo da Cheats & Thieves é o meu favorito. É um modelo masculino, irreverente mas completamente a minha cara.

4 - O Verão pede produtos leves, que protejam a pele. Esta bruma hidratante com protector solar da Biorderma é um dos meus favoritos dos últimos meses. Tão leve e refrescante.

5 - Nunca na minha vida pensei gostar de um perfume da linha do J'Adore. A versão original é dos perfumes que menos gosto, mas esta versão mais leve e a chamar o Verão é deliciosa. 

6 - Tão depressa quanto chegou, acabou. Sete episódios maravilhosos, sete episódios de pura adrenalina. Incestos e diálogos com menor qualidade à parte, esta série é uma pérola da tv actual.