quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Filme da semana, Black Panther

Eu gosto de filmes de super-heróis. Gosto especialmente dos filmes da Marvel e estava ansiosamente à espera de Black Panther.



Antes de falar propriamente do filme, temos de falar no impacto social que está a ter. 
Fala-se do primeiro filme com um herói negro. Não é. Nunca nos pudemos esquecer do meu amado Blade. Há vinte anos, Wesley Snipes protagonizou um dos filmes de culto onde ele no papel de anti-herói é o vampiro que mata vampiros. 
Por isso não pudemos falar do primeiro papel de herói negro, no entanto, estamos a falar de uma era completamente diferente e sim, é o primeiro filme desta nova vaga de super-heróis populares onde o protagonista é negro. 
E isso é muito importante. Crianças com dez anos não vão ver o Blade, mas com certeza vão ver este filme e reverem-se é muitíssimo importante. 
A tão falada representatividade é crucial. Eu, fazendo parte de um casal inter racial, que um dia terei filhos também eles com herança racial distinta, percebo a importância deste filme.
Outra aspecto que acho muito relevante, é o facto de as personagens falarem inglês com sotaque. Todos nós temos ou conhecemos amigos e familiares que tendo uma origem diferente do país em que estão, falam com algum sotaque.  E sabemos também que em alguns casos isso pode provocar preconceito.
Termos um filme onde os personagens principais negros falam com sotaque vai trazer uma normalidade muito necessária. 

Quanto ao filme em si, ainda estou numa dualidade muito grande. Se por um lado gostei muito da banda sonora espectacular, da identidade bem delineada, do orgulho e respeito pela cultura africana e da personagens da Danai Gurira e Michael B. Jordan, por outro fiquei tão desiludida com o casal principal. Achei as personagens fraquinhas e a falta de química entre os actores flagrante. 

Mas é um filme que vale a pena, mesmo para quem não gosta do género. 


14 comentários:

  1. Eu já tive um relacionamento inter-racial, mas penso que pensamentos do tipo "primeiro heroí negro" ainda trazem muito racismo associado. Quando o racismo não existe mesmo, esse tipo de pensamentos nem se coloca porque não faz sentido. É o mesmo que dizer "primeiro herói de olhos castanhos/loiro/de 1,8m de altura". Tenho plena consciência do sofrimento que passaram. Mas se continuarmos com os comentários assim só estamos a prolongar mais o racismo. Porque se somos todos iguais, nem faz sentido estarmos a mencionar a cor da pele, devia ser algo que nem nos apercebemos de que existe diferença.
    Um beijinho grande*
    Vinte e Muitos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Subscrevo a Olivia. É exactamente isso que penso. Infelizmente ainda há muito caminho a desbravar até o racismo deixar de existir. Se é que algum dia deixará, pois a mim parece-me que a sociedade está sempre a regredir.

      Excluir
  2. Percebo o que queres dizer mas infelizmente não acredito que estamos nesse patamar ainda. Na Europa vivemos um racismo muito fraternal, muito "vocês são diferentes mas são de países nossos filhos então está tudo bem. Mas nossos somos melhores". Em outros locais do mundo não é assim, é muito mais agressivo e infelizmente estas questões são ainda mais complicadas.
    Mas o racismo é uma realidade, existe, em todo o lado.

    ResponderExcluir
  3. Nunca liguei a filmes de super-heróis mas as mais recentes séries e filmes da Marvel estão a mudar a minha perspetiva :)

    ResponderExcluir
  4. Fiquei curiosa, ainda não conheço :)

    ResponderExcluir
  5. Adoro os filmes da Marvel e este deve ser o primeiro que não fui ver logo no fim de semana da estreia, mas ando a mudar o quarto todo, acho que se tinha ido para o cinema adormecia a meio de tanto cansaço. No entanto no Sábado não me escapa!

    Beijinho.
    O Meu Dolce Far Niente
    |Facebook| |Instagram| |Twitter|

    ResponderExcluir
  6. Não sou muito ligada a filmes de super heróis, mas possa ser que dê uma oportunidade a esse, acho também muito importante esse passo que se deu, e espero que seja o primeiro de muitos!

    Beijinhos,

    AnitaOn

    ResponderExcluir
  7. Por acaso ando curiosa para ver =)

    Beijocas

    ResponderExcluir
  8. Ainda não fui ver mas quero tanto! Tenho a certeza que vou adorar!

    THE PINK ELEPHANT SHOE

    ResponderExcluir
  9. Não sendo eu a maior fã deste género de filmes, fiquei surpreendida pela positiva e recomendo!

    ResponderExcluir
  10. Eu quero - e vou - muito ver! Só li assim muito por alto para não me influenciares muito ahahha xD Mas vou ter atenção ao casal! Beijinho *

    ResponderExcluir
  11. Quero muito ver este filme, mas tenho de arranjar um tempinho haha

    https://mundodablue.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  12. A cultura de Wakanda se apaixonou completamente por mim. Michael B. Jordan é um dos meus favoritos, acho que ele fez um ótimo trabalho como Killmonger. Seu novo projeto com a HBO será incrível. Fahrenheit 451 será um dos ficção cientifica melhores filmes de 2018. O ritmo do livro é é bom e consegue nos prender desde o princípio. O filme vai superar minhas expectativas. Além, acho que a participação de Michael B. Jordan e Michael Shannon neste filme realmente vai ajudar ao desenvolvimento da história.

    ResponderExcluir