quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Muita criatividade ou muita falta de bom senso?

A Moschino dá que falar. Desde que Jeremy Scott assumiu o comando da direcção criativa dá que falar ainda mais.
São colecções fora da caixa, irreverentes e com uma critica social assumida.


A maioria tem muita piada. Adorei a colecção da Barbie e rejubilei com a colecção das embalagens de desinfectante. Era ver a mulherada, muitas que nunca limparam uma sanita na vida, a usar capas de Iphone e mochilas com estampas de desinfectante. 
Não achei ofensiva para quem trabalha como empregada de limpeza mas sim para quem usou sem nenhum sentido crítico. 

No entanto, recentemente, a Moschino lançou a nova colecção SS2017 e as coisas tornaram-se um pouco mais sérias.
Com o objectivo de criticar a toma de medicamentos, que cada vez aumenta pelo mundo, a Moschino decidiu fazer isto:

Ora, é uma questão complicada. 
Na minha opinião a questão central é a necessidade.
Enquanto nas colecções passadas, como na do McDonalds e da Barbie, onde há uma forte componente irónica, no entanto não chega a ser ofensiva. Sim, as pessoas obesas podem ficar ofendidas com as carteiras de batatas fritas, mas só come McDonalds quem quer. E a obesidade não está apenas ligada a hambúrgueres e batatas fritas. 
Na questão dos medicamentos a situação é muito diferente. Há uma necessidade real de milhões de pessoas de tomarem diariamente medicação. Ora, ironizar com a necessidade de milhões de pessoas é um tiro no pé. 
Sim, há um exagero e uma banalização de muitos medicamentos, mas como já referi, há uma necessidade real. 
Posso falar por mim, tomo medicação diária e necessito dela.
Agora a pergunta é, sinto-me ofendida com a colecção? Não, não sinto. 

Acho que é realmente de mau gosto, mas jamais me sentiria ofendida se visse alguém a passear com uma bolsa destas. A questão é que eu sou um indivíduo em milhões. E acredito que alguns desses milhões se sintam ultrajados por uma marca de roupa ironizar as suas necessidades, muitas vezes tão difíceis de aceitar. 

Qual a vossa posição em relação a esta questão? 

9 comentários:

  1. Pessoalmente, nao acho essas coisas especificas ofensivas... mas tb nunca compraria algo assim...
    Beijinhos*

    http://anitaon.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Ora bem, numa altura em que se apela a que se fale livremente de doenças mentais para que o tratamento seja mais fácil e menos vergonhoso (para as pessoas que sofrem delas, ainda há muita vergonha), acho de mau tom. Suponho que a grande maioria dessas doenças se tratem com medicação.
    Eu mesma já tive de tomar antidepressivos e tomo medicamentos para ajudar na ansiedade. Levar a mal, também não levo. Mas acho a ideia parva, de facto.

    ResponderExcluir
  3. Muito obrigado, querida :') E é bom quando vocês me fazem sentir isso.

    Eu, na minha opinião, acho que é criatividade a mais. Não encaro essas criações como algo pejorativo. Aliás, eu vejo-as como vejo a moda: algo que nos faz ser livres. Se usava?! Isso já são outros contos... Mas que fica interessante quando conjugado com outfits mais clean, a meu ver fica :P

    NEW COOKING POST | Low Carb Bread
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderExcluir
  4. Eu concordo contigo! Nem é uma colecção que ache particularmente piada.
    beijinhos, The Fancy Cats

    ResponderExcluir
  5. Peças bem diferentes !
    beijinhos
    https://direitoporlinhastortas-id.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  6. Giro :)

    http://trapeziovermelho.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  7. Dilemas éticos à parte, adoro a clutch dos comprimidos. E eu não costumo gostar da maioria das invenções da Moschino, mas a malinha é um amor.

    ResponderExcluir
  8. Eu sinceramente acho que é um pouco de mau gosto, apenas porque, como dizes, muitas pessoas que têm de tomar medicação diariamente já têm alguns complexos em relação a isso sem nada para exacerbá-los. Mas é verdade que há gente que toma comprimidos sem pensar, e é necessário alertar para o facto de que não é normal tomar medicação com essa leviandade... É muito difícil fazer uma crítica deste género sem criticar também quem não merece ser criticado. Não obstante, a malinha é simplesmente adorável :)

    ResponderExcluir